Mulheres na Engenharia

No dia 8 de março celebra-se o Dia Internacional da Mulher. A ideia de uma data simbólica começou a surgir no final do século XIX e início do século XX nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho, e pelo direito de voto. Em comemoração a essa data, o PET Civil UFJF idealizou e promoveu o evento “Mulheres na Engenharia”. O intuito principal foi a promoção de uma discussão sobre preconceito e dificuldades enfrentadas pelas mulheres na engenharia, desde a escolha do curso à vida profissional.

100_0579

A ideia surgiu na sétima edição do sarau científico “Ciência ao Bar”, que ocorre na Fábrica de Cultura Arteria, que trouxe como discussão os desafios que as mulheres brasileiras enfrentaram para produzir conhecimentos científicos e as conquistas que já obtiveram. Nesse evento a professora do IF SUDESTE MG – Campus Santos Dumont, Lisleandra Machado, colocou sua opinião e experiência para o público de maneira impecável. Ao fim do evento percebeu-se que, devido a existência de preconceito e dificuldades, seria importante levar essa discussão à universidade e principalmente à Faculdade de Engenharia.

O evento promovido pelo PET Civil foi aberto a toda comunidade acadêmica da UFJF e público externo. Realizou-se no Anfiteatro da Faculdade de Engenharia da UFJF, ao lado da cantina. O objetivo de desenvolver uma discussão entre os discentes e docentes da Universidade sobre o preconceito de gênero que ocorre em muitos cursos, inclusive nas Engenharias, foi atingido. Além de incentivar e mostrar a muitas mulheres que elas podem fazer o que quiserem, pois há muitas pessoas lutando para que não haja preconceito e diferenciação.

Iniciou-se o evento com uma palestra às 18h, cujo tema foi “A Resistência e Emancipação das Mulheres nas Engenharias”. A palestrante não poderia deixar de ser outra pessoa senão a professora Lisleandra, pois foi a inspiração para a ideia, uma grande incentivadora e já tem o costume de ministrar discussões com o tema. Em seguida, a professora adjunta do curso de Engenharia Mecânica da UFJF Yipsy Roque Benito foi chamada para relatar suas experiências enquanto engenheira em outro país, Cuba.

100_0601100_0607

Continuando a programação, deu-se início à mesa redonda: “Engenheiras, sim!”. Para a composição da mesa foram selecionadas professoras das diversas engenharias da UFJF, mas, principalmente, que compartilham do pensamento de que as mulheres devem lutar pela conquista do seu espaço. Mariana Paes, do Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica, também estava no Sarau Científico e não poderia deixar de ser convidada. Janaína Oliveira, membro egressa do PET Elétrica UFJF e uma das três que compõe o atual corpo docente de Engenharia Elétrica. Tatiana Rodriguez, que ministra aulas para a Engenharia Civil e incentiva muito as alunas desde cedo. A tutora egressa e eterna petiana Michèle Farage, do Departamento de Mecânica Aplicada e Computacional. E Lisleandra, que também se juntou à Mesa. Cada uma contribuiu com as suas experiências de vida e com muita motivação para as e os discentes, além de representarem os respectivos cursos para que dão aula.

100_0608

A presença de discentes e docentes de ambos sexos e de todos os cursos promoveu uma discussão rica e completa, fazendo inclusive com que muitas meninas se sentissem à vontade para desabafar. Foi tudo simplesmente um sucesso e surpreendeu as expectativas de todos.

100_0668

O PET Civil deseja que todos os dias sejam felizes para as mulheres!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s