A lucratividade do lixo

Acre tem o primeiro supermercado do Brasil que troca resíduos por alimentos!

Apesar da palavra lixo remeter a algo inutilizável, ele pode ser uma fonte de dinheiro que você nunca imaginou.

Em alguns países, como por exemplo a Suécia, cerca de 99% dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) são reciclados e apenas 1% vai para os aterros sanitários. Isso porque o aterro sanitário é a última alternativa no ciclo do lixo, que antes de ser aterrado, passa por vários processos, que vão desde a não geração e redução, até a separação para reciclagem e tratamento. Aqui embaixo temos uma figura que ilustra isso.

gestão de resíduos

Gestão de resíduos. Notas de aula de Geotecnia Ambiental – Profª Drª Júlia Righi

Nesse processo, todo o lixo reciclado retoma para a cadeia de produção, sendo vendido como matéria prima para diversas empresas e através dessa venda é obtido o lucro.

Ou seja, você fornece seus resíduos gratuitamente, e a empresa se encarrega de cuidar deles, gerando lucro e principalmente contribuindo para sustentabilidade.

Mas voltando ao Acre e seu supermercado sustentável

O estabelecimento ganhou o nome de TrocTroc e foi uma iniciativa de Benki Pianco, chefe espiritual da tribo Ashaninka, em conjunto com a associação House of Indians.

No local, os clientes podem trocar detritos plásticos e de alumínio por comida. Os alimentos são todos produzidos localmente, como uma forma de fortalecer a economia indígena.

troc troc 2 melhor

Supermercado TrocTroc

O estabelecimento oferece R$ 0,50 em compras por cada quilo de material reciclável. Caso o material já esteja higienizado e amassado, o que facilita a reciclagem, é aplicado um bônus de 20% sobre esse valor.

Mas como esse supermercado gera lucro? Você já teve a curiosidade de saber quanto vale cada tipo de material reciclado?

O Compromisso Empresarial para Reciclagem (CEMPRE) criou uma tabela de valores separada por cidades e tipo de material. Os valores representam o pagamento em Reais por Tonelada de material.

tabela valor da tonelada do material

Legenda: P = prensado ; L = limpo ; I = inteiro ; C = cacos ; UN = unidade

O alumínio chega a valer 3700 reais por tonelada (ou R$3,70 por quilo)! Já a tonelada de garrafa PET, segundo material de maior valor, rende R$ 1780, ou R$ 1,78 por quilo, depois destes temos:

  • Plástico rígido – R$ 1,55/kg 
  • Papel branco – R$ 0,68/kg
  • Papelão – R$0,58/kg
  • Longa vida – R$0,38/kg
  • Latas de aço – R$ 0,35/kg

Como podemos perceber, somente longa vida (aquelas embalagens de leite, suco, etc) e latas de aço, estão abaixo do valor pago pelo mercado de R$0,50/kg.

Tal “prejuízo” é compensado por outros materiais adquiridos em larga escala, que possuem maior valor como alumínio (R$3,70/kg) e plástico (R$ 1,78/kg). Desse modo o empreendimento do supermercado se torna viável.

Não para por aí o potencial econômico do lixo!

Há muitos outros tipos de resíduos, como os eletrônicos, que possuem em sua composição diversos materiais com distintas utilidades que geram oportunidades de empreendedorismo.

Lixo eletrônico

Ao olhar um computador, um celular e outros equipamentos externamente, não temos a noção de que eles podem conter materiais nobres (ouro, platina, etc.) e que acabam indo parar no lixo, podendo contaminar a água do subsolo, o próprio solo e a atmosfera.

Abaixo estão listados alguns dos componentes que encontramos dentro de um computador ou aparelhos eletrônicos.

Do que é composta uma tonelada de sucata eletroeletrônica mista?

Ferro Entre 35% e 40% Cobre 17% Chumbo Entre 2% e 3% Alumínio 7% Zinco 4% a 5% Ouro 200 a 300 gramas Prata 300 a 1000 gramas Platina 30 a 70 gramas Fibras plásticas 15% Papel e Embalagens 5% Resíduos não recicláve

 

Do que é feito um computador?

Ferro Entre 35% e 40% Cobre 17% Chumbo Entre 2% e 3% Alumínio 7% Zinco 4% a 5% Ouro 200 a 300 gramas Prata 300 a 1000 gramas Platina 30 a 70 gramas Fibras plásticas 15% Papel e Embalagens 5% Resíduos não recic (1)

A boa notícia é que aproximadamente 94% dos materiais contidos nos aparelhos eletro-eletrônicos podem ser reciclados.

Uma matéria publicada pela Revista Isto É, com o título de “O e-lixo vale ouro”, aponta que a receita média anual de uma empresa de médio porte de reciclagem de lixo eletrônico gira em torno de R$500 mil. Isso só mostra todo o potencial desse mercado tão pouco explorado no Brasil e no mundo.

Pesquisas indicam que apenas 20% do lixo eletrônico produzido é reciclado, apesar das projeções para o futuro serem bastante otimistas. Logo, pode ser um empreendimento interessante para pequenos empreendedores.

A questão é que reciclar o lixo eletrônico requer um grau de investimento, estudo e planejamento, o que acaba sendo inviável para diversas empresas do ramo tecnológico.

A melhor saída para aqueles que não estão interessados em investir em processos internos, é direcionando os resíduos a empresas especializadas. Essas que podem pagar um bom preço pelo seu lixo eletrônico e conseguir aproveitá-lo da melhor forma.

Com esse aproveitamento, é possível contribuir com a economia e evitar a contaminação do meio ambiente e prejuízos à saúde humana, pois os metais acima citados são tóxicos.

Segue a lista dos danos causados à saúde humana pelos metais pesados
Chumbo – Prejudicial ao cérebro e ao sistema nervoso. Afeta sangue, rins, sistema digestivo e reprodutor
Cádmio – É um agente cancerígeno. Acumula-se nos rins, no fígado e nos ossos, o que pode causar osteoporose, irritação nos pulmões, distúrbios neurológicos e redução imunológica
Níquel – Causa irritação nos pulmões, bronquite crônica, reações alérgicas, ataques asmáticos e problema no fígado e no sangue
Mercúrio – Prejudica o fígado e causa distúrbios neurológicos, como tremores, vertigens, irritabilidade e depressão
Zinco – Produz secura na garganta, tosse, fraqueza, dor generalizada, arrepios, febre, náusea e vômito

 

Fontes: SerMelhor,Resell,IstoÉ.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s